LIDER COACH, A FORÇA DA GESTÃO

“Não basta ser líder, tem que ser Líder Coach.”

                                                                                                                        Prof. Erasmo Pereira de Lima

                   Nos dias atuais, o processo de gestão tem sido impulsionado por uma ideia relevante – A CULTURA DA INOVAÇÃO. Sem dúvida, a Inovação impõe inexoravelmente a qualidade à gestão, sendo-a a forma mais inteligente para assegurar a permanência efetiva das organizações e a sua adaptação à dinâmica do mercado cada dia mais exigente e globalizado.

                   A palavra Gestão (do latim Gestiones) traduz o ato de gerir, direção, porém ampliando o seu sentido vernáculo, Gestão é uma estratégia cuja metodologia incorpora técnica, ciência e comportamento. Nessa perspectiva, a Cultura da Inovação, como componente inerente à Gestão hodierna, exige que as empresas potencializem seus Líderes, e o caminho é torná-los LÍDERES COACHES.

                   A Liderança desenvolvida sob a égide do processo de coaching leva as pessoas descobrirem uma nova dimensão de liderança, pautada no resgate da essência humana, tornando as pessoas mais humanas, e ao  tornar as pessoas mais  humanas, fá-las também mais competentes e poderosas.

                  É importante ressaltar que o Líder Coach compreende a concepção de reconhecimento e acolhimento do SER como parte integrante e fundamental nessa Cultura da Inovação, sendo, ainda, uma estratégia empresarial assentada em orientações que conduzem a tecnologia para centrar-se no processo de Educação Corporativa. Esta orientação valoriza o autoconhecimento, a conscientização do potencial humano, bem como as competências técnicas e comportamentais, o que transforma esses ingredientes em prioridades estratégicas no âmbito da Filosofia de Gestão.

                   Portanto, a Liderança Coaching como Filosofia de Gestão se robustece pela interação de três vertentes dentro do processo de gestão, a saber: Facilitação da Aprendizagem, Desenvolvimento de Habilidades e Disseminação do Conhecimento. Evidentemente, as três vertentes consubstanciam o que Jack Welch diz: “… energizam as pessoas, e os líderes assim preparados são pessoas que inspiram, com a visão de como as coisas podem ser melhoradas…” Que sejamos Líderes Coaches que energizam, que inspiram, que excitam e que sabem orquestrar, construindo um ambiente organizacional favorável à aprendizagem, dentro de uma ótica sistêmica e plenamente instrumentalizado de habilidades capazes de estimular os outros na busca de uma performance extraordinária voltada para o desenvolvimento de uma mentalidade geradora de resultados.

Contate-nos

Nós não estamos online no momento. Mas você pode nos enviar um e-mail e nós vamos responder para você o mais rápido possível.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar